Apaixonada por séries

Eu assisto tanta série, que se for falar de todas, meu blog vai virar blog de séries.
Recomecei a assistir a Masters of Sex, baseada em uma biografia do século passado, onde “William Masters e Virginia Johnson são conhecidos como os pioneiros da ciência da sexualidade humana. Juntos, eles se tornam os maiores cientistas do assunto e são lançados em uma trajetória de fama que os leva até a capa da revista Time.
A primeira temporada foi em 2013 e a última em 2016, mas eu não tinha assistido tudo porque vou achando outras no caminho e paro. O problema das séries, na minha reles opinião, é que ao longo das temporadas o assunto vai ficando cansativo, imagine então para os próprios atores!
Ainda sobre a Masters of Sex, fiquei pensando como é possível um médico e sua assistente terem tanta intimidade por tantos anos no estudo e não se envolverem (pelo menos emocionalmente), haja que, vêem tantos casais tendo suas experiências ao vivo e a cores e se “auto-testam”.
Outra questão na série que me deixa assim assim, é a mesma que li em um comentário, “a livre expressão sexual como um meio de diversão, sem nenhum compromisso moral.”
Mas deixando as críticas de lado, essa recomendacão é apenas mais uma para quem curte séries.

  • curti (1)