Ciclos

“O que está vindo é melhor do que o que já foi.”

Final de tarde, a lua vista assim tão de perto pela câmara do meu celular, e eu ali apreciando o momento no ponto do ônibus… aos poucos o verão vai se despedindo, os dias vão ficando mais curtos, já preciso vestir um casaco por causa da brisa fresca. Como o verão, vou também me despedindo de mais uma etapa, superando estremecimentos, ansiando novos ares, conquistas… ahh essas não posso deixar de ir atrás, até por questão de brios! Cobrar dos outros é fácil, mas da gente é difícil… Coração tranquilo, mente em paz… para celebrar a fase com honra, só uma conquista tão desejada fecharia com chave de ouro.
Me aguarde, senhor tempo!! Eu sei o tempo parece vai se esgotando, mas minha vontade de conquistar nunquinha, não vou me deter. Como diz a música do Duran Duran “ei criança, continue mais selvagem que o vento.”

Duran Duran – Come Undone

  • curti (0)

Férias

Nessa semana estou em ritmo de férias… tomando sol, escrevendo mais aqui no blog, visitando o Naschmarkt, resolvendo coisas pendentes, comendo fora, passeando na cidade (como nessa foto acima)… nada de trabalho.
Eu podia ter agendado uma viagem, pensei até em visitar minha cidade de nascimento (Curitiba), mas não gosto tanto dela ao ponto de gastar tanto dinheiro na empreitada.
Agora é inverno por lá (aqui já tem o bastante), além de que eu sou um ser um cadinho intolerante com algumas pessoas e até mesmo com quem gosto, então, quando fico chateada prefiro ficar distante e num futuro de “não sei quando” viajo para lá.
A passos trôpegos o baile segue, só faltam 4 meses para terminar o ano mas eu ainda tenho muito para fazer!! Oh céus, oh vida!

  • curti (2)

Eu não passarinho

Convencionou-se que pessoas de boa índole gostam de natureza. Bom, eu gosto muito de natureza, ainda que não seja a candidata ideal para me exilar num sítio ou numa praia deserta por um tempo que exceda o período de férias. Além disso, tenho uma relação pouco amistosa com passarinhos, logo com eles, os representantes oficiais da vida ao ar livre. Se o quesito for esse, não sei se minha índole poderá ser bem avaliada.
Quando criança, os contos de fada tentaram me convencer da prestatividade dos passarinhos. Quando a Gata Borralheira resolveu que iria ao baile no castelo do príncipe mesmo sem ter um trapo decente para vestir, foram os passarinhos que a ajudaram a se transformar numa Cinderela, providenciando tecidos coloridos e customizando as peças. Eles praticamente inventaram a profissão de personal stylist.
Eu adoraria acordar com o canto dos pássaros às quatro da manhã se tivesse que levantar para ordenhar vacas, cortar lenha e assar o pão em minha casinha romântica instalada no cenário idílico do campo, mas não levo uma vida romântica: me deixem dormir.
Pena que eu não seja assim tão nobre. Só gosto de passarinho em estampas, selos, quadros e fotos (mentira, mentira, nem isso, só estou querendo angariar sua simpatia). Índole? Nota 7.

Via

  • curti (0)

Croácia

O meu trabalho me proporciona chances de conhecer lugares, e dessa vez conheci a Croácia. Levamos sete excepcionais curtirem suas férias por dez dias, o que para eles é muito divertido pois saem das suas rotinas, rotina essa em que eles trabalham todos os dias.
Estivemos na Croácia, onde é cercado de praias e ilhas maravilhosas! Apesar do país ter vivido uma guerra até 1995, até que está reorganizado, pelo menos aparentemente, mas se sabe que a dificuldade de vida existe. A moeda é a Kuna croata (1 Kuna = R$ 1,78) e não o Euro, o que é deveras engraçado porque eles fazem parte da união européia.
Muito calor faz por lá, mas daqueles que por aqui nunca vi, temperaturas acima de 35 graus todos os dias, pena não pude me esticar embaixo desse sol.
A comida é baseada em (muitos) salames, prosciuttos, azeites premiados, carnes servidas assadas com muita batata junto (diz que é cozida 4 horas numa panela fechada) um tanto pesado pra mim, mas claro provei de tudo. Na padaria tem uma variedade muito grande de pães, mais brancos que integrais. Tem também o Cevapcici, uma mistura de carne de vaca e de porco grelhadas com pimentão doce e cebola, além do (tadinhos) porco no rolete 😉
Quanto a bebida alcóolica não sei dizer o gosto das cervejas ou vinhos croatas, porque aboli da minha vida tudo que tenha álcool. Já a cerveja sem álcool com Holunder (sabugueiro) é uma delícia!!
Mas o que mais me encantou foi o mar (Adriático), água tão clara que parecia uma piscina. Infelizmente as praias na Europa têm muitas pedras, a gente precisa entrar de aquashoes  senão sai sem pé da água.
Visitamos Betina (praia de nudismo), uma ilha que mais parece um paraíso, só que eu não aderi a onda hehe
As pessoas são acolhedoras, e como no Brasil, só sabem o seu idioma, não curtem falar inglês mas se viram.
Eu vou voltar mas sem estar em Dienst (a serviço) porque vale a pena!! Recomendo para quem gosta de praia, sol, calor, ilhas paradisíacas e preços acessíveis.

  • curti (2)